quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Caminhada a Cascata Guegue - São Tomé


Caminhada  a Cascata Guégue




"Quando me disseram que iria visitar uma cascata virgem e isolada na mata eu quase que não acreditei, mas os profissionais da empresa Ban Bé Non Tours tinham razão!












Foi numa manhã de Sábado, o ponto do encontro era a Padaria Miguel Bernardo, no centro da cidade, às 8h:00. Saí de casa um pouco mais cedo para ter tempo de chegar e falar com os guias de turismo da Ban Bé Non Tours. Tinham-me sido recomendados por serem profissionais e interativos, e por isso já sabia que tinham por hábito fazer um resumo dos passeios antes dos mesmos. Como tinha algumas perguntas e curiosidades, lá fui andando até ao seu encontro.



Cheguei às 7h:45 e os guias já lá estavam, pelo que fomos falando enquanto os meus restantes amigos turistas iam chegando. Como combinado, o carro apanhou-nos na Padaria às 8h em ponto e no caminho os guias foram-nos contando algumas histórias inéditas sobre o local que iriamos visitar... Até que chegou o inicio da caminhada! Meu Deus, incrível! Para começar, acho que nunca tinha visto tantas plantas medicinais à minha volta, muito menos sabia que São Tomé tinha mercúrio, foi simplesmente brutal! Passámos numa zona que é atualmente um dos maiores campos de Cultivo do Cacau e os guias brindaram-nos com uma cápsula de cacau para provarmos. Muito sinceramente, se não me dissessem e comprovassem que era deste cacau que se faz o chocolate, eu nunca iria imaginar.
.









O passeio estava a ser cada vez mais interessante, e sabia que seria ainda mais, visto que o nosso grande objetivo ainda era chegar àquela que nos prometeram ser uma “cascata virgem e isolada no meio da mata”! Fazia já uma hora desde que começámos a caminhar, mas ninguém deu pelo tempo a passar. Cruzámos a mata e depois o Rio Manuel Jorge, e foi aí que começámos a ouvir o barrulho da cascata, o que nos deixou muito curiosos e ainda mais desejosos de lá chegar!! O nosso guia de turismo garantiu-nos que faltavam ainda 15 minutos até ao destino e começámos a contar os minutos com muita ansiedade. No entanto, a meio do caminho ainda tivemos outra surpresa! Demos por nós a parar e a contemplar tudo à nossa volta, tudo nos parecia simplesmente... mágico! Foi então que o guia nos pediu o favor de ficarmos em silêncio, pois era a hora do couro dos pássaros, uma canção que nunca tínhamos escutados e que durou cerca de 10 minutos. Depois disto, foi como se não tivéssemos caminhado todo aquele tempo e assim toda a nossa energia foi recuperada. Eu, pessoalmente, senti-me mais viva, não podia ter escutado outra canção! Cinco minutos depois, finalmente encontramos a Cascata Guégue!!!








Normalmente, no tempo da gravana “Seca” (altura do ano em que pouco chove na ilha), as cascatas ficam menores, mas aquela estava viva, forte, como se por obra da Mãe-Natureza. O guia de turismo da Ban Bé Non Tours falou-nos um pouco mais sobre a cascata e transmitiu-nos a segurança que precisávamos para irmos mergulhar. Experimentamos a água e estava tão fresca!!!Foi sem dúvida a recompensa merecida depois da caminhada!A sensação de chegar a um sítio que só poucos conhecem encheu-nos de vontade e todos juntos entrámos na água, onde improvisamos umas brincadeiras e trocámos umas gargalhadas.



Depois do banho tivemos outra surpresa inesperada! Encontrámos, subido na árvore, um senhor que conhecia os nossos guias da Ban Bé Non e que por isso muito gentilmente nos ofereceu a jaca que havia acabado de retirar da árvore, estava deliciosa!!


Por mim ficava ali no meio daquela mata densa e virgem, mas tínhamos mesmo que voltar. Ao todo foi uma caminhada muito simples e sem dificuldade, que durou aproximadamente 3 horas, com as suas paragens e mergulhos.Estou ansiosa de voltar à São Tomé e repetir a experiência!







Recomendo mais que muito que todos se aventurem nesta caminhada até cascataGuégue, e se é para a fazer, tem que ser com a Ban Bé Non Tours e os seus guias de turismo espetaculares, a quem deixo um grande e especial obrigada por toda a atenção!”



Maria




GALERIA:








Nenhum comentário:

Postar um comentário