quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Caminhada a Cascata Guegue - São Tomé


Caminhada  a Cascata Guégue




"Quando me disseram que iria visitar uma cascata virgem e isolada na mata eu quase que não acreditei, mas os profissionais da empresa Ban Bé Non Tours tinham razão!












Foi numa manhã de Sábado, o ponto do encontro era a Padaria Miguel Bernardo, no centro da cidade, às 8h:00. Saí de casa um pouco mais cedo para ter tempo de chegar e falar com os guias de turismo da Ban Bé Non Tours. Tinham-me sido recomendados por serem profissionais e interativos, e por isso já sabia que tinham por hábito fazer um resumo dos passeios antes dos mesmos. Como tinha algumas perguntas e curiosidades, lá fui andando até ao seu encontro.



Cheguei às 7h:45 e os guias já lá estavam, pelo que fomos falando enquanto os meus restantes amigos turistas iam chegando. Como combinado, o carro apanhou-nos na Padaria às 8h em ponto e no caminho os guias foram-nos contando algumas histórias inéditas sobre o local que iriamos visitar... Até que chegou o inicio da caminhada! Meu Deus, incrível! Para começar, acho que nunca tinha visto tantas plantas medicinais à minha volta, muito menos sabia que São Tomé tinha mercúrio, foi simplesmente brutal! Passámos numa zona que é atualmente um dos maiores campos de Cultivo do Cacau e os guias brindaram-nos com uma cápsula de cacau para provarmos. Muito sinceramente, se não me dissessem e comprovassem que era deste cacau que se faz o chocolate, eu nunca iria imaginar.
.









O passeio estava a ser cada vez mais interessante, e sabia que seria ainda mais, visto que o nosso grande objetivo ainda era chegar àquela que nos prometeram ser uma “cascata virgem e isolada no meio da mata”! Fazia já uma hora desde que começámos a caminhar, mas ninguém deu pelo tempo a passar. Cruzámos a mata e depois o Rio Manuel Jorge, e foi aí que começámos a ouvir o barrulho da cascata, o que nos deixou muito curiosos e ainda mais desejosos de lá chegar!! O nosso guia de turismo garantiu-nos que faltavam ainda 15 minutos até ao destino e começámos a contar os minutos com muita ansiedade. No entanto, a meio do caminho ainda tivemos outra surpresa! Demos por nós a parar e a contemplar tudo à nossa volta, tudo nos parecia simplesmente... mágico! Foi então que o guia nos pediu o favor de ficarmos em silêncio, pois era a hora do couro dos pássaros, uma canção que nunca tínhamos escutados e que durou cerca de 10 minutos. Depois disto, foi como se não tivéssemos caminhado todo aquele tempo e assim toda a nossa energia foi recuperada. Eu, pessoalmente, senti-me mais viva, não podia ter escutado outra canção! Cinco minutos depois, finalmente encontramos a Cascata Guégue!!!








Normalmente, no tempo da gravana “Seca” (altura do ano em que pouco chove na ilha), as cascatas ficam menores, mas aquela estava viva, forte, como se por obra da Mãe-Natureza. O guia de turismo da Ban Bé Non Tours falou-nos um pouco mais sobre a cascata e transmitiu-nos a segurança que precisávamos para irmos mergulhar. Experimentamos a água e estava tão fresca!!!Foi sem dúvida a recompensa merecida depois da caminhada!A sensação de chegar a um sítio que só poucos conhecem encheu-nos de vontade e todos juntos entrámos na água, onde improvisamos umas brincadeiras e trocámos umas gargalhadas.



Depois do banho tivemos outra surpresa inesperada! Encontrámos, subido na árvore, um senhor que conhecia os nossos guias da Ban Bé Non e que por isso muito gentilmente nos ofereceu a jaca que havia acabado de retirar da árvore, estava deliciosa!!


Por mim ficava ali no meio daquela mata densa e virgem, mas tínhamos mesmo que voltar. Ao todo foi uma caminhada muito simples e sem dificuldade, que durou aproximadamente 3 horas, com as suas paragens e mergulhos.Estou ansiosa de voltar à São Tomé e repetir a experiência!







Recomendo mais que muito que todos se aventurem nesta caminhada até cascataGuégue, e se é para a fazer, tem que ser com a Ban Bé Non Tours e os seus guias de turismo espetaculares, a quem deixo um grande e especial obrigada por toda a atenção!”



Maria




GALERIA:








quinta-feira, 20 de julho de 2017

Ecossistema de São Tomé e Príncipe

Ecossistema de São Tomé e Príncipe


São Tomé e Príncipe é um país insular de pequena extensão territorial, localizado na costa oeste do Continente Africano. O país é pobre e essencialmente agrícola, voltado especialmente para a cultura do cacau, seu principal item de exportação. A sua população, de cerca de 190.000 habitantes, vive na sua maioria no meio rural. O arquipélago surgiu de actividade vulcânica (cerca de 3 milhões de anos atrás). O seu relevo é acidentado, sendo que o pico mais alto (Pico de São Tomé) alcança 2.024 m acima do nível do mar.


 




















São Tomé e Príncipe conta com um alto grau de riqueza de espécies e endemismos, fundamentalmente aves, anfíbios, plantas superiores, morcegos, répteis, borboletas e moluscos. A riqueza da biodiversidade das Ilhas é reconhecida pelo mundo científico, que considera a floresta tropical de São Tomé e Príncipe como a segunda, em termos de prioridade de conservação da avifauna, entre 75 florestas africanas.



A flora de São Tomé e Príncipe também é notável: a ilha de S. Tomé tem um género endémico e 87 espécies endémicas. Príncipe tem por sua vez um género endémico e 32 espécies endémicas. 
Das 895 espécies de plantas superiores registadas no país, 134 são endémicas; conta-se ainda 63 espécies de aves (25 endémicas), 16 de répteis (7 endémicas) e 9 de anfíbios (todas endémicas). 105 espécies de peixes marinhos foram identificadas. 





















Apesar de sua pequena extensão territorial, o país conta com grande diversidade de ecossistemas, particularmente no domínio florestal. Destaque deve ser dado à floresta de sombra, que abriga as culturas de cacau, principal produto da economia santomense.

A cultura do Cacau exige a manutenção da cobertura florestal para sombrear as plantas de cacau e foi demonstrado que tal prática ajuda a manter altos níveis de biodiversidade florestal nos países produtores.   



A riqueza dessas ilhas ultrapassa a barreira da realidade. É como viajar no tempo e voltar a selva virgem, dos contos do Tarzan e das incríveis maravilhas que a natureza pode nos oferecer.


Conheça as ilhas maravilhosas em incríveis passeios. RESERVAS: +239 9867029 / 9970010






















quarta-feira, 12 de julho de 2017

Volta à Ilha de Barco - São Tomé

Deslumbre-se com o melhor de São Tomé


Partimos às 7h da manhã da Praia Lagarto, em frente ao Hotel Omali Lodge. O mar estava calmo, tranquilo, as condições ideias para um dia de passeio perfeito. Éramos 11 pessoas, todas com sede de aventura, e o capitão do bote, o Senhor Silvério.














Começámos a afastar-nos da costa a caminho do Ilhéu das Cabras. Depois de passar pelo ilhéu, tivemos uma fantástica perspetiva das praias dos Governadores, Tamarinos e Morro Peixe até chegar à fabulosa praia Lagoa Azul onde alguns viajantes não resistiram ao chamamento das águas turquesas e cristalinas, aproveitando para mergulhar, praticar snorkeling e apanhar sol.














Depois de alguns momentos refrescantes, o Sr. Silvério, o nosso Capitão, deu-nos uma notícia que deixou o nosso grupo em êxtase total: com o seu olhar bem treinado, acabava de identificar um grupo de simpáticos golfinhos que resolveu cruzar-se no nosso caminho. Aproximámo-nos deste grupo de cerca de  dez Golfinhos Malhados que aproveitaram a ocasião para exibirem algumas proezas, esbanjando charme e fazendo soltar muitos “ahhhhh!” e esboçar muitos sorrisos. Todos quiseram captar estes instantes mágicos com os seus telefones, máquinas fotográficas e máquinas de filmar.



http://banbenontours.com/volta_ilha.html









Após este contacto magnífico com os golfinhos, acelerámos um pouco a velocidade, pois ainda havia muito para ver. Partimos para a cidade de Neves fazendo uma breve paragem junto ao marco do Descobrimento, em Anambó, relembrando a época e o local onde os portugueses pisaram a ilha pela primeira vez. Durante a viagem vimos ao longe o Túnel de Santa Catarina.


















De seguida, partimos em direção ao Sul, onde o mar é mais agitado, mas a paisagem faz-nos esquecer a ondulação. Vimos pequenas enseadas, praias desertas, ilhéus exóticos, cascatas a jorrar água diretamente para o mar, vilas e aldeias escondidas. Sempre beneficiando de uma agradável temperatura que só os trópicos nos podem proporcionar.






Quanto mais avançávamos, mais deslumbrados ficávamos. As paisagens eram tão exóticas e idílicas que pareciam retocadas a Photoshop! Se o paraíso existe, deve ser muito semelhante a tudo aquilo que fomos avistando.

Por volta das 2h da tarde, chegámos à Praia Cabana, cheios de apetite e prontos para almoçar. O Sr. Manuel, mais conhecido por Chef Nelito (dono do Restaurante Mionga), recebeu-nos com uma refrescante água de coco e preparou um almoço delicioso à base de peixe e polvo acabados de pescar, arroz, banana frita e fruta pão. E como os olhos também comem, almoçámos rodeados de palmeiras e com uma vista inspiradora para o ilhéu das Rolas.






Depois de uma pequeno descanso, voltámos para o mar, fazendo uma rápida volta pelo ilhéu das Rolas para ver a praia Café, a Bateria e os famosos geiseres que nos presentearam com espetaculares lançamentos de água.

Ninguém queria que o dia chegasse ao fim, mas era inevitável. Para acabar em beleza este dia magnífico, só faltou mesmo avistar baleias, mas estas não se deram a ver. O regresso ao cais incluiu a passagem por uma parte da ilha que todos já conheciam, o lado este, com as lindas paisagens como a Praia Piscina, a Cascata da Praia Pesqueira e o ilhéu Santana. Nos sorrisos dos passageiros era evidente a felicidade.















Já estava a noitecer quando chegámos à capital. O Sr. Silvério tinha ainda que ir a Morro Peixe guardar o bote, por isso, com um grande abraço e aperto de mão, agradecemos a experiência, gratos pela oportunidade e pela boa companhia. Aprendemos, divertimo-nos, refrescámo-nos e vivemos, seguramente, momentos felizes que vão ficar bem gravados na memória.

Para a próxima, queremos contar consigo!


Reservas:
Para reservar esse passeio, clique aqui e visite o site da agência Ban Bé Non ou envie email para banbenon@gmail.com ou mensagem via WhatsApp: (+239) 9867029 / 9970010 para obter mais informações.






www.banbenontours.com




domingo, 9 de julho de 2017

Aluguer de Viaturas em São Tomé e Príncipe

Aluguer de Viaturas em São Tomé

São Tomé proporciona inúmeros pontos de interesse relacionados com a natureza. Os visitantes podem gozar as maravilhosas praias de areia dourada e fina onde se podem estender sob o esplendoroso sol. Se está à procura de um carro de aluguer, a Ban Bé Non Tour tem as melhores opções para si.

Aluguer mínimo de um veículo automóvel é de um dia (24 horas); O cliente beneficia do transporte com todos equipamentos obrigatórios, seguro contra todos os riscos e quilometragem ilimitada. Os prejuízos materiais e o furto do veículo são da responsabilidade do cliente. É obrigatório a apresentação da carta de condução e não inclui combustível.

Recomendamos o Suzuki Jimmy para si que viaja em sozinho ou a dois é uma excelente opção. A um preço justo e com qualidade garantida.


Suzuki Jimmy - 4 PAX - 42€/dia




Recomendamos o Suzuki Jimmy para si que viaja em sozinho ou a dois é uma excelente opção. A um preço justo e com qualidade garantida.


Mais informações visite: www.banbenontours.com


quarta-feira, 5 de julho de 2017

São Tomé e Principe

São Tomé

Ilhas lindas, de roças e praias sem fim. Com cheiro a café e sabor a cacau, mar de peixe maravilhoso e florestas densas de verdes únicos. São Tomé e Príncipe de criançada a correr, de gargalhada fácil, de povo simples de sorriso inteiro. Ilhas de banana e fruta-pão, de coqueirais e de história nossa, o cenário perfeito para uns dias entre mergulhos e passeios. Aqui fica o roteiro do que não pode mesmo perder nas duas ilhas.




banbenontours.com/

A Praia Inhame, no Sul de São Tomé, mesmo em frente ao lhéu das Rolas, é uma das praias bonitas da ilha. Tem um lodge, um restaurante com bom peixe e um projeto de preservação das tartarugas marinhas. Nesta praia pode também alugar um barco para ir até às Rolas, a travessia demora cerca de 15 minutos.

banbenontours.com/


Aproveite e faça a reserva dos melhores Passeios e Tours da Ilha. Clique aqui para ver mais.

mais informações: banbenon@gmail.com


sábado, 1 de julho de 2017

Os Melhores Passeios e Tours em São Tomé e Príncipe

Os Melhores Passeios 

Oferecemos deslumbrantes passeios e excursões pela linda ilha de São Tomé. Temos excursões feitas sob medida para garantir que você veja as partes mais belas e cênicas da ilha e leve lembranças maravilhosas e inesquecíveis. Aproveite da melhor forma as suas férias no paraíso.


Escolha entre 3 excursões que abrangem as zonas Norte, Sul e Centro da Ilha. Estas serão certamente as melhores excursões da sua vida.



http://banbenontours.com/tours.html


terça-feira, 13 de junho de 2017

As melhores Férias da sua Vida

Praias, florestas tropicais e roças são algumas das principais atrações de São Tomé e Príncipe, o segundo país mais pequeno de África.
Com um modelo de desenvolvimento que promove o ecoturismo, o arquipélago oferece ainda uma diversidade de fauna e espécies endémicas, e excelentes condições para a prática de desportos náuticos.
Entre os meses de junho e outubro, é possível avistar as baleias que atravessam as águas em torno de São Tomé, e entre novembro e março podem ser observadas tartarugas na época da desova.


http://banbenontours.com/index.html

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Bem Vindo a São Tomé e Príncipe











Bem Vindo a São Tomé e Príncipe

Flutuando no Golfo da Guiné, esta nação de duas ilhas, a segunda mais pequena da África, mistura maravilhas naturais com uma história emocionante.

Uma vez que uma vasta rede de plantações e um centro de produção mundial de cacau, São Tomé e Príncipe (STP) sofreu um colapso econômico desde a independência de Portugal em 1975. No interior, os ocupantes habitam uma vez grandes mansões; Na capital, edifícios coloniais históricos lentamente decair em ruas quebradas.


















No entanto, o país permanece incrivelmente seguro e acolhedor para os visitantes, especialmente os ecoturistas, para quem a selva que se avança é uma delícia. Isto é particularmente verdade no príncipe arrumado e intocado, uma ilha de apenas 7000 pessoas.

Príncipe é um magnífico Mundo Perdido, oferecendo praias fantásticas, exploração de selva, snorkelling, pesca, observação de aves e um punhado de acomodações interessantes (se caro), com pressão turística mínima.

Enquanto ambas as ilhas têm suas recompensas naturais, Príncipe não deve ser desperdiçada.

veja os melhores passeios pela ilha de São Tomé em: www.banbenontours.com

domingo, 30 de abril de 2017

Viagem a São Tomé e Príncipe


















São Tomé & Príncipe

Nome Oficial – República Democrática de S. Tomé e Príncipe

Capital do país – São Tomé

Superfície – Arquipélago de cerca de 1001 Km2 (São Tomé – 859 Km2, Príncipe – 142 Km2). Existem diversos ilhéus de pequena dimensão.

Clima – Equatorial, variando de super-húmido a semi-árido. Há duas estações bem definidas, a estação quente – Setembro a Maio – e a estação fresca – Junho a Agosto. A média anual da temperatura do ar é de 29,4ºC máxima e de 21,4ºC mínima, com as temperaturas extremas de 32,4ºC e 15,4ºC. Na estação fresca o tempo é muito agradável, com uma constante e refrescante brisa.

População – Aproximadamente 200.000 habitantes.

Línguas – Forro (São Tomé), Lunguye (Príncipe), Angolar (matriz de origem kimbundo) (São Tomé) e Português

Religião Dominante – Católica (predominantemente), protestante, adventista

Moeda – Dobra

Medidas – Sistema métrico

Hora – GMT (Menos uma hora da hora de inverno Europeu)

Electricidade – 220 Volts

Feriados Oficiais – 01 de Janeiro; 03 de Fevereiro; 01 de Maio; 12 de Julho (Dia da Independência); 06 de Setembro; 30 de Setembro; 21 de Dezembro (Tomada de Posse do Governo de Transição em 1974) e 25 de Dezembro

Horário de Trabalho (Semana Inglesa) – Serviços Públicos: 07:00-15:30.

Instituições Financeiras: 07:00-17:00.

Lojas: 08:00-12:00 e 15:00-17:30 (Dias úteis) e 08:00-13:00 (Sábados)

Vistos

Não é necessário um visto válido caso pretenda ficar menos de 15 dias.
Nos termos da deliberação do Governo de São Tomé e Príncipe sobre a supressão de vistos, os cidadãos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), União Europeia (EU), Estados Unidos da América (EUA) e Canadá, titulares de passaportes válidos, podem entrar e permanecer em São Tomé e Príncipe, com dispensa de Vistos, por um período não superior a 15 (quinze) dias. A mesma isenção de visto de entrada e permanência, e pelo mesmos período, é concedida a cidadãos de quaisquer outros países, desde que preencham cumulativamente as seguintes condições:
  1. Titulem passaporte com validade superior a 3 (três) meses;
  2. Possuam visto Schengen ou dos Estados Unidos da América (EUA).
Caso a sua estadia for mais de 15 dias, o visto pode ser obtido na Embaixada de São Tomé e Príncipe em Lisboa:

O visto pode ser obtido na Embaixada de São Tomé e Príncipe em Lisboa:http://www.emb-saotomeprincipe.pt/vistos.HTML

Pode obter o formulário para pedido de informação clique aqui.

Informação do serviço de migração e fronteiras de São Tomé e Príncipe:http://www.smf.st/
http://www.smf.st/virtualvisa/

Fonte: http://www.stpairways.st/antes-de-viajar-2/informacoes-ao-viajante/